Como aumentar a qualidade dos atendimentos aos pacientes

Publicado por Felipe Affonso em

No artigo abaixo nós daremos 5 dicas relacionadas ao inicio de um consultório. São pontos bem simples e que podem melhorar muito o seu dia-a-dia e a forma com que os seus pacientes são atendidos.

Está pensando em abrir um consultório?

Iniciar o atendimento aos pacientes pode parecer complexo, porém temos algumas dicas para te ajudar. Vamos começar falando sobre como abrir um consultório.

Defina uma data: Como tudo na vida, é importante que você se planeje. É importante saber quando você pretende abrir o consultório e começar a analisar os gastos necessários. Não esqueça de avaliar os custos de aluguel, condomínio, luz e IPTU nos seus gastos. Normalmente, é aconselhável possuir um capital suficiente para manter essas contas nos primeiros meses.

Escolha o local certo: Depois de se planejar, chegou a hora de começar a olhar os pontos para realizar o aluguel. Dê preferência por locais que possuem fácil acesso e uma grande movimentação de pessoas. Também é importante analisar a estrutura do local escolhido. É importante que você possua uma sala de espera e algumas comodidades, como água e banheiro para melhor atender aos pacientes.

Pense à longo prazo: Além da sala de atendimento e da sala de espera, é importante se planejar para futuras expansões. Você pretende comprar algum equipamento maior? Essa sala irá comportar a estrutura que você imagina alcançar nos próximos meses?

Documentos legais: Após se planejar, escolher o local e analisar se ele está preparado para a sua expansão (que vai acontecer), chegou o momento de lidar com a legalização. Você precisa obter todos os certificados legais para funcionamento, eles incluem o alvará da vigilância sanitária, a obtenção do Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES) e as licenças para funcionamento. Cada especialidade possui uma característica diferente, portanto, consulte os órgãos responsáveis para garantir que você está seguindo todas as leis.

Seus pacientes sabem que você existe?

Recentemente um dos nossos clientes fez a seguinte pergunta “como faço para aumentar a minha receita?”. Partindo disso, percebemos que talvez você esteja passando pela mesma situação. Leia até o final para aprender algumas dicas simples que irão impactar diretamente no seu negócio.

Como ser encontrado: Você usa o Google diariamente? Seus pacientes também! Por isso, é importante que você seja encontrado através desse buscador. O primeiro passo é realizar o cadastro do seu consultório no Google Meu Negócio. Para isso, basta digitar “Meu negócio” no Google e realizar o seu cadastro.

Identidade Visual: Também é muito importante que você possua uma identidade visual. É através dela que a sua marca será apresentada ao mercado. O passo inicial é criar uma logo. Ela será utilizada na sua placa, nas redes sociais, receituários, canetas, blocos de anotações, entre outros. Por isso, é muito importante que você leve esse ponto a sério.

Redes Sociais: Agora que você possui o seu cadastro no Google e uma logo, você precisa ser visto nas redes sociais. É lá que os pacientes estão, é onde você deve estar também. Não sabe como começar? Procure alguns perfis profissionais de amigos, use as “hashtags” no instagram, veja alguns vídeos no Youtube. Não se esqueça de analisar as regras referentes ao marketing da sua profissão. O Conselho Regional de Medicina possui um documento específico para isso.

Indicações: E por ultimo, o tão falado boca-a-boca. Mesmo no século 21, esse ainda é um dos pontos mais importantes quando se trata da captação de clientes e, aumento da receita. Seja educado, trate bem o paciente, converse com ele, faça ele se sentir bem e ter vontade de voltar ao seu consultório. Com isso, você irá receber mais indicações e aumentar ainda mais a sua receita.

Trate melhor os seus pacientes, todos querem atenção!

Agora você já sabe como abrir um consultório e como ser visto, porém, é importante atender os pacientes da melhor maneira possível. Eu sei que você sempre faz o seu melhor, mas lembre-se, em algum momento você também será um paciente, e vai querer ser tratado da melhor maneira possível. Abaixo daremos algumas dicas para que os seus pacientes se sintam melhor durante o atendimento.

Apresentação: Se apresente, fale sobre você, onde estudou, quantos anos têm, caso se sinta a vontade, fale sobre a família: “tenho uma filha da sua idade”, “meu filho está no ensino médio”, o importante é fazer o paciente se sentir bem durante a consulta.

Converse: Após se apresentar, deixe que ele faça o mesmo, falem um pouco sobre a vida cotidiana, se interesse. O seu paciente estuda? Trabalha? É casado? Ele joga bola aos finais de semana? Pratica alguma atividade física? Pode parecer perda de tempo, mas essas informações vão fortalecer o contato, e, quem sabe, ajudarão no diagnóstico.

Olho no olho: Durante a conversa, faça contato visual. Ninguém gosta de conversar com uma pessoa que não está olhando pra você. Caso seja necessário fazer uma anotação, espere a pessoa terminar a resposta.

Seja paciente: Caso o paciente vá fazer algum procedimento, explique em detalhes o que irá acontecer, assim como os riscos e como ele vai se sentir. Aborde todas as opções. Nesse momento, evite os jargões “técnicos”, lembre-se que, normalmente, você não está lidando com pessoas da área da saúde.

O mais importante é lembrar que em algum momento você também vai ser o paciente, e vai querer receber atenção do profissional que está cuidando do seu caso.

Como escolher a equipe dos sonhos

Em muitos casos, será necessário trabalhar com uma equipe. Seja uma assistente, uma secretária, uma enfermeira, anestesista, entre outros. Nessa hora, pode surgir a dúvida: como escolher as melhores pessoas?

Currículo: O primeiro ponto é considerar as habilidades e qualificações da pessoa a ser escolhida. Ela possui os requisitos básicos para fazer parte da sua equipe? Nesse momento também é importante analisar características próprias de cada um, como por exemplo humildade, simpatia, cuidado com o próximo, entre outros. Lembre-se, você está lidando com vidas, escolha alguém que se relacione bem com o próximo.

Diferenciais: Candidatos com um perfil um pouco diferente dos seus também devem receber atenção. Muitas vezes você não é tão bom em organização, porém é um excelente comunicador. É importante que a equipe se complemente. Procure pessoas que irão agregar ao seu negócio.

Planejamento: Analise se aquela vaga realmente é importante. Considere a tecnologia como parte da sua equipe. Muitas vezes, não é necessário contratar uma pessoa para uma função que um aplicativo ou software faria facilmente. Pense nisso (e no DoutorApp).

Depois de ter escolhido a sua equipe, realize avaliações de tempos em tempos. Além de profissional da saúde, você será um gestor. É importante saber se as pessoas estão satisfeitas, passando por alguma necessidade ou lidando bem com o dia a dia do trabalho. Nesse momento, é importante que você também se comunique, explique o seu planejamento para os próximos meses e também peça um retorno. Você também faz parte da equipe, é importante saber o que os outros membros estão achando da sua atitude.

Como gerenciar o seu consultório

Após abrir o consultório, captar pacientes, escolher uma equipe e atender o seu paciente, é importante saber gerir tudo que está acontecendo. Como dissemos anteriormente, além de profissional da saúde, você também é um gestor(a). E, como sempre, vou te ajudar nessa etapa também.

Custos: É importante sempre focar na redução de custos. Eu sei que seu negócio está indo bem, porém, fique atento ao que está sendo gasto. Você realmente precisa de um plano de internet? Precisa pagar uma empresa de telefonia? Precisa imprimir todas as fichas dos pacientes e cuidar do armazenamento físico delas?

Tecnologia: Nesse ponto, verifique se existe algum software que pode te ajudar a reduzir custos. Talvez um sistema de agendamento, que possui fichas online e todas as informações disponíveis o todo tempo seja mais barato e mais útil no dia a dia. É importante considerar o preço desses sistemas também, veja se o custo benefício vai valer a pena. Não gaste mais do que cabe no seu orçamento. Existem ótimas opções a um preço justo (como por exemplo o DoutorApp).

Time: Também é importante estar atento à equipe. Eles estão felizes e satisfeito com o emprego? Estão cuidando bem dos pacientes? Você tem recebido alguma reclamação? Nesse ponto, uma das regras de ouro é saber realizar todas as funções. Se você possui uma secretária, é bom saber como ela trabalha no dia a dia, como se organiza, como lida com os pacientes, etc. O mesmo vale para todas as outras funções, você deve ser capaz de substituir cada um deles no caso de uma emergência.

Comunicação: Uma parte importante da gerência é saber se comunicar. Já falamos sobre isso antes. Eles precisam saber seus planos, assim como você precisa saber os deles. Estabeleça expectativas para cada um, veja onde eles querem chegar e o que querem fazer no futuro. Não se esqueça de fornecer um feedback, elogie sempre, aconselhe, fale para mudar a forma de realizar uma determinada tarefa. A partir desse momento, acredito que você e a sua equipe não possuirão barreiras, portanto, é necessário escutar. Os funcionários podem te dar excelentes dicas e ajudar a aumentar ainda mais a receita.

O que achou desse artigo? Já sabe todas as etapas para abrir seu consultório? Ficou faltando alguma coisa? Não se esqueça de comentar e compartilhar com seus colegas que estão na mesma situação. Um grande abraço!


Categorias: Dicas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *